Já é unanimidade que a crise sanitária pela qual o mundo passa irá proporcionar desafios para a economia de cada país. O Brasil não foge à regra, existindo projeções de queda no PIB de 5,5% em 2020. Entretanto, o saldo da balança comercial brasileira apresentou resultados positivos para o mês de abril, com um superávit de US$ 6,7 bilhões de dólares, um bilhão acima do quarto mês do ano passado.

Os volumes de importação e de exp...

Ao contrário do que muitos brasileiros estão acostumados por conta do passado inflacionário do país, a deflação significa a queda generalizada dos preços de bens e serviços, o que apesar de soar como uma boa notícia, também pode representar um sintoma de grandes problemas econômicos. Com base nisso, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), responsável pelo monitoramento da inflação, apresentou no último mê...

A Lei n° 13.999, de 18 de maio de 2020, institui o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) visando minimizar os problemas causados pela pandemia de COVID-19 e seus impactos na economia brasileira. Essa lei prevê o empréstimo de até R$ 1.440.000,00 para empresas de pequeno porte e de até R$ 108.000,00 às microempresas – tais valores são relativos a até 30% da receita bruta anual calcul...

As medidas de combate ao novo coronavírus adotadas pelo governo são essenciais para controlar a proliferação da doença infecciosa e amenizar seus impactos na economia. Porém, elas geram uma série de desequilíbrios nas contas nacionais, seja na esfera federal, na estadual ou na municipal. Grande parte da política fiscal adotada como direcionamento neste momento de crise utiliza os valores monetários contidos na conta única do T...

A taxa Selic foi definida em 3,0% ao ano no dia 6 de maio, por decisão unânime do Comitê de Política Monetária (Copom), o que representou uma redução de 0,75 ponto percentual em relação ao seu valor anterior. A taxa é utilizada como referência para os juros de empréstimos, financiamentos e aplicações financeiras. Assim, caso o governo queira restringir o acesso ao crédito, tornando mais cara a tomada de empréstimos e de juros...

March 24, 2020

Com a divulgação dos resultados de crescimento de 1,1% economia brasileira em 2019, o setor de serviços voltou a receber mais destaque nas pautas de discussão econômica, principalmente, devido ao crescimento de 1,3% no ano, auxiliando no crescimento do PIB, mesmo que na casa do 1%.

Para apresentar um parâmetro dos setores de serviços no ano de 2019, pode-se recorrer aos dados da Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE de dezembro d...

February 22, 2020

O setor de saúde é vital para qualquer país e, muitas vezes, isso só é relembrado quando surge alguma questão de saúde pública grave. Porém, o setor representa também um grande mercado. Atualmente, o Brasil é o oitavo maior mercado de saúde no mundo e está em nono lugar no ranking de países com mais gastos no setor, sendo um total de 8,5% do PIB, o que corresponde a US$ 1.109 per capita. Segundo o Ministério da Saúde, a transa...

January 15, 2020

     A economia brasileira em 2019 não atingiu algumas expectativas existentes em seu início. O Banco Central, através do Relatório Focus da primeira semana de janeiro, estimava um crescimento de 2,55% do PIB. Porém, um ano depois, após um cenário político volátil, o atraso da aprovação de reformas propostas (vide a reforma da previdência) e uma economia mundial em um ritmo mais lento, espera-se que o crescimento de 2019 fique...

November 18, 2019

     A América Latina certamente já presenciou dias politicamente e economicamente mais estáveis e prósperos. Desde os problemas econômicos da Argentina e os protestos na recente crise chilena, passando também pela instabilidade política da Bolívia e as expectativas sobre a economia brasileira (juntamente com seus casos políticos), o continente parece passar por um período de baixas expectativas.

     Segundo a Comiss...

October 26, 2019

     Após atingir níveis recordes no país, a inadimplência de pessoas físicas começa a passar por um período de desaceleração. Em janeiro deste ano, em comparação ao mesmo mês de 2018, o número de consumidores negativados ainda teve um aumento de 2,42%. Todavia, vale ressaltar que a variação ficou abaixo da registrada em dezembro de 2018, quando se verificou o crescimento de 4,41%. No decorrer do primeiro semestre de 2019 pode...

Please reload