Projetos 

 

Levando economia para a vida das pessoas

O Boletim apresenta uma análise conjuntural das áreas de Macroeconomia, Setorial, Regional e Valuation a cada trimestre. 

 

Busca-se oferecer à sociedade elementos que contribuam para um maior entendimento do quadro conjuntural da economia, a partir de uma linguagem simples e acessível a qualquer cidadão.


Desse modo, o principal objetivo do Boletim de Conjuntura Econômica é trazer um panorama completo da economia brasileira, a fim de contribuir para o
conhecimento público.

Esse produto é desenvolvido com objetivo de fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento.

A equipe divulga carteiras de ações pertencentes ao SmallCap Index (SMLL) divulgado pela B3 em abril de 2017 (com revisões anuais pela CMC) divididas em 3 segmentos: VALUE, GROWTH e DIVIDEND.

O IAEM é responsável por monitorar mensalmente a evolução da economia em todos os 853 municípios mineiros, a partir de aspectos relativos a mercado de trabalho, comércio exterior, renda e crédito (movimentação bancária) e arrecadação de impostos.

São realizadas também, previsões para os cinco municípios que apresentaram maior PIB do estado em 2013, tornando possível uma estimativa de valores das principais variáveis que compõem os subíndices de cada uma dessas cinco economias para os próximos períodos.

A ideia é levar conceitos aprendidos em sala para a realidade de não economistas, partindo sempre de conteúdos mais básicos e compreensíveis. Posteriormente, monitorando o nível de envolvimento e aprendizado dos alunos para adaptações e avanço de conteúdo.

O projeto tem por objetivo fomentar a discussão de assuntos econômicos e sobre educação financeira, despertando em alunos do infantil ao ensino médio o interesse por temas capazes de servir de base para suas decisões cotidianas de modo a torna-las sustentáveis.

INOVA

Com a intenção de analisar a capacidade de inovação dos municípios de Minas Gerais, a Conjuntura Mercados e Consultoria (CMC) elaborou um Indicador de Capacidade de Inovação (INOVA) municipal, usando como referência os dados de 2015.

Um relatório que busca trazer uma análise mais aprofundada e uma avaliação focada na estrutura da empresa escolhida.