Dinheiro fácil e almoço grátis. Quem não quer?

 

Produzido originalmente para o jornal Tribuna de Minas.

    "Entrando nesse negócio, você garante um retorno de 10% ao mês", "a cada novo participante que você indicar, seu faturamento dobra", "já pensou em ir para as Ilhas Maldivas de férias com o dinheiro de quatro meses de um trabalho extra?". Essas e outras frases com o mesmo teor enchem os olhos de qualquer pessoa com expectativa e curiosidade, certo? Foi assim que as pirâmides financeiras e, mais recentemente, o marketing multinível conseguiram atrair cada vez mais adeptos no Brasil. Esse tipo de prática ilegal, de acordo com a Lei 1.521/51, se caracteriza pela promessa de retornos expressivos em curto prazo e a entrada facilitada de participantes. 

    Uma pirâmide financeira funciona da seguinte maneira: os “lucros”, normalmente, vêm da indicação de novos “investidores”, chamados assim pois a entrada no negócio só acontece depois de um aporte inicial. Na verdade, entretanto, não está sendo feito investimento nenhum, o “retorno”, vem do dinheiro desses novos “investidores”. O colapso acontece quando a frequência de entrada de novos membros cai e não é possível cobrir os retornos prometidos inicialmente para todos os participantes. Quando o colapso ocorre e essas supostas empresas já não conseguem mais entregar o retorno esperado, os clientes do esquema acabam perdendo o seu “investimento”, que não possui nenhum tipo de segurança e depende unicamente da sustentabilidade da pirâmide. Muitas pessoas que entram na esperança de melhorar sua qualidade de vida acabam perdendo grande parte de seu patrimônio por conta das promessas de dinheiro fácil.

  Segundo a Comissão de Valores Mobiliários, o número de pirâmides financeiras descobertas até maio de 2019 chegou a 250 no Brasil. Em todo o ano de 2018, o total foi de 124, enquanto em 2017 foi de 99. Esse crescimento é alarmante e justifica-se por 2 fatores: ignorância quanto aos riscos e ganância quanto aos retornos. Nota-se que as pessoas, ainda sofrendo as consequências de anos de crédito muito acessível, se encontram cheias de dívidas e em busca de soluções para resolver esse cenário. As propostas das operações de pirâmides financeiras e marketing multinível (a pirâmide que envolve a compra e venda de produtos) são percebidas como saídas fáceis para tais situações, sendo por muitas vezes o principal motivo pelo qual há adesão sem o entendimento de como é o funcionamento da operação. No desespero de resolverem o problema inicial, muitos são capturados por um problema ainda maior. 

    Por isso, se vierem te oferecer retornos estratosféricos de forma fácil e ‘praticamente’ sem risco, sob qualquer pretexto, desconfie! É bem provável que você esteja prestes a cair em um golpe. Em um país em que a taxa de juros deve chegar a 4,50% a.a., qualquer retorno acima disso já terá o seu nível de risco, que pode ser controlado com a ajuda de profissionais de investimentos avaliados e devidamente credenciados. Somente com disciplina e tempo é possível alcançar, de forma consistente, seus sonhos e objetivos. Em Economia, nunca houve almoço grátis.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

November 12, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga no Facebook
  • Facebook CMC