O carnaval e seus impactos econômicos no Brasil

February 17, 2020

 

Produzido originalmente para o jornal Tribuna de Minas.

O Brasil é mundialmente conhecido pelo carnaval, comemoração festejada em todo país. O feriado também é um dos mais impactantes no Brasil, já que é responsável por movimentar boa parte da economia em setores como turismo e negócios, influenciando positivamente no cenário econômico geral do país pelo resto do ano. Em 2020, o Rio de Janeiro ainda permanece como um dos destinos mais procurados e Belo Horizonte tem apresentado aumento na sua procura, se destacando por receber, em sua maioria, cariocas e mineiros para as suas festividades.

 

O verão carioca, combinado com o cenário do carnaval, é a maior atração turística do país. Para este ano, a Prefeitura do Rio de Janeiro, por exemplo, estima sete milhões de foliões e a meta é ultrapassar R$ 4 bilhões de movimentação econômica na cidade. Ainda segundo a prefeitura da cidade, serão investidos R$ 100 milhões no carnaval deste ano, incluindo balanço de todos os órgãos públicos, sendo que R$ 16 milhões serão direcionados ao desfile no sambódromo carioca, dinheiro que envolverá operações de agências como a Riotur (Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro) e a Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana), além de despesas básicas como água e luz.

 

A capital mineira também é escolhida como um dos destinos desse carnaval. Em Belo Horizonte são esperados 5 milhões de foliões nas ruas, 20% a mais do que em 2019. Em 2020, os hotéis esperam movimentar entre R$ 50 milhões e R$ 70 milhões com hospedagem em toda a região metropolitana, segundo o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de BH e Região Metropolitana (SINDHORB). Para atender à alta demanda, bares e restaurantes que não funcionavam durante os dias de folia, também pretendem funcionar no período. Dessa forma, 80% desses restaurantes devem funcionar durante o feriado, com previsão de faturamento de R$ 35 milhões em 2020, segundo o sindicato. Ainda de acordo com o sindicato do setor, o consumo médio dos foliões no período varia entre R$ 500 e R$ 700, o que acarretará um ganho positivo para a economia da região.

 

Dessa forma, a alegria e a diversão do carnaval não irão faltar. O Rio de Janeiro atrai foliões pela diversidade de atrações dessa festividade. A cidade se destaca por suas escolas de samba que abrangem temas relevantes e marcantes no dia a dia e mostram a beleza do carnaval pelo sambódromo local. Belo Horizonte não fica de fora. A capital mineira se destaca por blocos de rua destinados a todos os foliões, sendo um forte atrativo àqueles que não desejam gastar muito com blocos fechados. Assim, samba e folia estarão garantidos entre dos dias 21 e 25 de fevereiro e as cidades ganham economicamente com a movimentação de turistas, sendo um forte atrativo para que estas recebam bem os seus foliões.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga no Facebook
  • Facebook CMC